Top 5: melhores momentos em Terms and Conditions

Top 5: melhores momentos em Terms and Conditions

VOLTAMOS COM A PROGRAMAÇÃO NORMAL!

Mentira, o próximo episódio só na outra semana, mas relaxem aí! Todo mundo ficou meio chocado e meio assustado com esse episódio, ou foi só eu? De verdade, fiquei com as mãos coçando de nervoso o tempo todo, porque não dava pra saber o que ia acontecer: Bellamy e Raven, espetaculares, Monty e o nervosismo… Enfim, o Top 5 Momentos de “Terms and Conditions” foi intenso de escrever, então fiquem à vontade pra sofrer comigo!

 

1. ALIE, Raven e Jasper. A conversa à três – que Jasper não entendeu parte alguma – foi bem engraçada, confessem. Ele não é bobo, sabe que a pastilha do infinito que Jaha andou distribuindo deixa as pessoas diferentes, e para ele deve parecer interessante vê-las falando sozinhas. É claro que ele não vê a moça ALIE, e é legal pensar que ela vê todo mundo, e sabe de mais coisas do que deveria, como movimentos futuros, por exemplo. Além de engraçada, a conversa se tornou relevante pelo teor: eles estavam tramando para invadir o escritório de Pike. Observem que não a favor de Kane, e nem contra Pike, mas a favor deles mesmo e da Cidade da Luz. Interessante como as coisas se desenrolam, não?

 

2. Jasper questiona esquecimento de Raven. Raven é uma aliada fiel para ALIE, e é estranho para Jasper ter sua amiga falando sozinha ocasionalmente, mas ele não deixa passar o fato da garota não lembrar de Finn. Ele pergunta, e ela assente, mas realmente não se lembra, não sabe de quem ele está falando. Realmente, ela diz que não, não quer se lembrar das coisas ruins, mas e as coisas boas que ela passou com Finn? Jasper se dá conta disso e questiona sobre o primeiro beijo da garota, que, aliás, ela também não lembra. É exatamente nesse ponto que a engenheira se dá conta de que tem algo errado. Ela pode não saber o que, mas sabe que há um erro, e todos sabemos que Raven é absolutamente decidida, e enquanto não descobrir o porquê, não vai sossegar. Torcemos por você, Reyes!

 

3. Fuga do confinamento. MOTIM, É UM MOTIM! Vai dizer que essa cena não ficou ótima? Quando Lincoln começa a bater em Sinclair eu perdi todas as unhas que eu tinha, até me dar conta de que Bellamy entrou na cela. Inclusive, ótima jogada de Kane. Monroe correndo e lutando contra os guardas para ajudar todos os confinados a fugir também não pode ser deixado de lado. Vimos na cena a força que Lincoln adquiriu no tempo que foi testado e transformado em Ceifador por Mount Weather quando enfrentou duas cargas elétricas seguidas sem perder os sentidos. Sinclair também, aliás. O problema agora é que para que eles consigam sair o plano deve ser bem mais elaborado. O chocante da cena toda foi ter Monty delatando Kane durante o motim. O que será do menino Monty?

 

4. Kane é preso. Vai me dizer agora que seu coraçãozinho não se apertou quando Pike declarou a sentença de morte contra Kane? A capricorniana aqui sou eu, por favor! Sabemos que ele fez muito por todos e por quem ele pode. Brigou com as crianças, não quis perder ninguém, lutou lado à lado com os Grounders e se tornou amigo da nossa guerreira Indra. Marcus Kane se tornou um ícone importante em meio aos nossos ídolos, que tem um espacinho especial em nossos corações. Além de tudo isso o símbolo de Kane sendo preso é sobre o que Pike conversou com Bellamy logo após a sentença: as pessoas não eram totalmente leais a ele, não acreditavam realmente nele, então, ao prender Kane, ele basicamente aprisiona a democracia, o direito de opinião contrária a dele. Ou seja, Arkadia agora é uma ditadura de Charles Pike.

 

5. Bellamy trocou de lado? E, eu juro, foi nos últimos segundos que eu quis me jogar contra o computador e apertar as bochechas do menino Blake. A preocupação em relação ao Bellamy desde o início dessa terceira temporada eram as decisões que o rapaz vinha tomando. Ele sacaneou Clarke, não levou em conta o que Octavia lhe disse e ainda prendeu Lincoln, as três pessoas que mais o apoiaram desde a chegada á Terra. Então, sim, vamos comemorar e torcer com força para que ele perceba a idiotice que está fazendo e volte atrás. E que, se podemos pedir, impeça que Kane seja morto, por favor, obrigada.

 

O sofrimento do capítulo só não é maior que o sofrimento de ter que esperar mas uma semana para o próximo episódio: “Stealing Fire”. A semana parece longa, mas se lembrem que têm a Páscoa, então relaxem e quando menos esperarem, o nono capítulo está aí!

 

© Texto: Dheel Hauptmann – Equipe The 100 Brasil – Não reproduza sem os créditos.