The 100 | Review – 3×09: Stealing Fire

The 100 | Review – 3×09: Stealing Fire

Após um breve hiatus The 100 nos apresentam um episódio inédito para que possamos fazer aquilo que tanto gostamos: comentá-lo. Então, vamos acabar logo com essa conversa fiada e vamos direto ao ponto.

Ultimamente (isso é uma visão completamente pessoal, vocês podem ficar à vontade para discordar) tenho a impressão de estar assistindo duas séries dentro de uma. Me permitam ser mais claro: The 100, de forma não intencional, separou dois plots de peso e os desenvolve em núcleos diferentes, mas garantindo a interação entre ambos. Esse atual momento que a série vem vivendo, e isso ficou extremamente evidente no episódio dessa semana, mostra que os diretores têm se esforçado ao máximo para garantir que o plot de Arakadia e da Polis se desenvolvam de forma distinta e com interação mínima. Se observarmos direitinho (tomando Stealing Fire como exemplo) são tramas completamente independentes, são dois mundos distantes, com personagens diferentes, com preocupações e problemas diferentes.

Dessa forma, meio que sinto a liberdade de escrever sobre esses dois mundos de forma separada, porque até agora não há um momento de interferência entre eles, o que pode mudar a qualquer momento por conta da ascensão de uma nova Heda, ou do retorno da Clarke (isso se ela estiver voltando para Arkadia). Mas permitam-me ir por partes, começando, como diz o matuto, do começo…

A morte da Lexa deixou todos surpresos, pois ninguém esperava que isso poderia acontecer tão cedo, ou que o relacionamento Clexa teria um fim tão trágico. De toda forma, a grande preocupação que rodeava a morte da Comandante era garantir que o novo jovem que subiria ao trono manteria a promessa que fizera a Lexa de proteger e lutar pelo Skai Kru. Aden era o Natblida promissor da antiga Heda. Ele, assim como os demais, prometera olhar pelo povo de Arkadia, o que acalmou o coração de Clarke por alguns segundos até a chegada inesperada de Ontari e Roan, que vieram reclamar o direito da Natblida da Nação do Gelo em participar do Conclave.

008-27

A figura de Ontari representa tudo de ruim tanto para o grande momento político que a Polis está vivenciando, como para a estabilidade da relação Grounder/Arkadia. A garota provou a sua crueldade e sangue frio ao matar todos os Natblidas Trikru enquanto dormiam. A fúria de Titus e Clarke foi extrema, mas as regras eram claras, a “chama” deveria ser passada para o soldado que derrotou todos os outros, e foi isso que Ontari fez. O medo de ver o mundo Grounder regido por um ser impiedoso fruto de uma nação sem misericórdia, assustou Titus completamente, e talvez tenha sido por isso que ele passou para a Clarke a tarefa de cuidar da “chama” e repassa-la para o novo Comandante de direito.

A loira partiu em mais uma missão: encontrar Luna, a Natblida que fugiu durante o conclave que levou Lexa ao trono. Ela é a única esperança de não deixar a Polis sob domínio de Ontari e da Nação do Gelo. Esta, por outro lado, não está nem um pouco disposta a perder nenhum momento da nova condição, e mesmo sem cumprir a parte mais importante do ritual, se declarou Heda para todas as nações, tendo Roan e Murphy (que sempre fica do lado que garanta a sua sobrevivência) a tira colo. Vamos esperar e descobrir como essa trama se desenvolverá.

Enquanto isso, em Arkadia, as coisas ficaram mais tensas. Depois que Pike sentenciou todos que participaram do “golpe” à morte, uma pequena luz de consciência tornou a brilhar na cabeça do Bellamy e logo se pôs a trabalhar para corrigir os seus erros. Eu sinto muito ter que acompanhar essa regressão do personagem, mas fazer o quê? Tem que segurar a marimba. Bellamy se perdeu, Octavia deixou isso bem claro para ele, assim como a Indra esfregou verdades na sua cara de pau.

003-40

Mesmo com o plano que orquestraram, que serviu para provar a lealdade de alguns (Monty é incluso nesse momento), Pike se manteve impiedoso e cruel. Realmente não aguento mais essa ditadura em Arkadia, não aguento mais ver que TODOS dentro daquele acampamento estão vendo como aquele homem está controlando as coisas, mas não fazem nada a respeito. O povo de Arkadia é muito massa de manobra, infelizmente, e acabarão sucumbindo nas mãos do Pike. Felizmente Kane e os demais conseguiram escapar daquela prisão injusta, mas sem antes perder alguém importante para eles.

A morte do Lincoln já era esperada uma vez que o ator já havia confirmado que deixaria a série nessa temporada, mas mesmo assim não deixa de ser revoltante por conta da forma que aconteceu. Lincoln morreu de forma heroica, dando sua vida para garantir que o seu povo não fosse assassinado de forma injusta pelo Pike. Essa chantagem, esse golpe baixo e desesperado do Chanceler foi algo repugnante. Realmente espero que o sacrífico do Lincoln tenha sido válido e o Pike cumpra a promessa de não lhes fazer nenhum mal, mas ninguém sabe até quando ele manterá essa palavra, não é mesmo?

Como considerações finais, finalmente Abby e Kane deram o tão esperado beijo. A morte de Titus, apesar de tudo, já era de se esperar. E graças a Deus, não teve Jaha e seu mundo dos ursinhos carinhosos. Vamos acompanhar o desenvolver dessas duas tramas na próxima semana e torcer para que tudo termine “bem”.

Ps.: Ontari, NÃO VAI TER GOLPE!

  • Gilmara Da Silva Reis

    O epsodeo foi excelente, e tudo indica que estamos caminhando para o fim ( que pode ser já na próxima temporada) , é uma série,se todos os vilões morressem rápido não haveria história para contar, só vejo as pessoas falando que tem muitas mortes de personagens, mas a história precisa andar , seguir em frente , não é uma novela brasileira onde todos ficam felizes, e os bonzinhos tem a felicidade eterna.Adoro The 100 , ( é melhor q TWD) ( o grande problema de THE 100 é ser uma serie da CW)e amo as mortes que ocorrem na serie,Lexa morreu e eu sofri muito, demorei 3 semanas pra assistir Terms and Conditional. Sim, existem duas histórias acontecendo, mas elas vão se cruzar, e acredito que no final lá na frente na 4 ou 5 temporada, tem q acabar na morte de Clark, e reencontrando todos que ela perdeu.