Eliza Taylor diz as similaridades entre Clarke e Lexa e mais

Eliza Taylor diz as similaridades entre Clarke e Lexa e mais

Mês passado, no TCA (Television Critics Association), Eric Goldman conversou com Eliza Taylor antes do painel de The 100. Eles falaram sobre o estado de espírito da Clarke, suas similaridades com Lexa e sua opinião sobre Roan (Zach McGowan) – seu captor no início da temporada.

 

IGN: A Clarke que conhecemos no começo dessa temporada está em, obviamente, um lugar muito danificado.

Eliza Taylor: [Risos] Ela não está nada bem!

IGN: Ela não está nada bem! Ela teve aquele caso com Niylah na premiere, mas ela está tentando não ter conexões agora?

Taylor: Ela tem feito de tudo para ficar sozinha, para viver independente e, essencialmente, para escapar dos seus problemas. Eu acho que a cena com a Niylah é puramente física. É a necessidade de se conectar com um humano por pelo menos um minuto, mas como você viu, assim que acaba, ela corre de lá. Isso porque ela ainda está balançada sobre a Lexa e Mount Weather e o que ela teve que fazer.

(L-R): Eliza Taylor as Clarke and Alycia Debnam-Carey as Lexa in The 100.

IGN: Deixe-me perguntar sobre quando Clarke viu Lexa de novo pela primeira vez e sua grande reação.

Taylor: É um lado bem diferente de Clarke!

IGN: Aquilo foi uma boa exibição de raixa reprimida!

Taylor: Obviamente tem esse pulo no tempo entre as temporadas 2 e 3. Essa é a primeira vez que pulamos mais de um dia. São três meses depois e ela têm carregado esse fardo para sempre, já que ela achou que jamais veria Lexa novamente, e quando ela a vê, tudo vem à tona. É algo bem diferente de Clarke, mas eu realmente espero que o público seja arrematado, porque você nunca viu realmente ela ficar totalmente po**a louca.

IGN: E ela tem razões para isso.

Taylor: Ah, ela tem muita razão!

IGN: No terceiro episódio, Lexa apresenta uma questão interessante para Clarke, perguntando se ela aceitaria o que foi proposto e aceito por Lexa, se ela estivesse nessa posição em Mount Weather.

Taylor: E a resposta é sim. A resposta é absolutamente sim. “Eu faria de tudo para salvar meu povo, o mesmo que você, por mais que eu te odeie por isso.” E isso é muito difícil para ela e é por isso que ela está tão conflituosa. É tipo “Eu odeio o que você fez comigo, mas eu definitivamente faria o mesmo.”

IGN: Você acha que a simetria dessas personagens é o que faz sempre ser uma dinâmica interessante entre as duas?

Taylor: Sim, acho que é isso que faz a dinâmica ser tão rica e atraente. Eu realmente adoro a conexão e as similaridades entre elas, mesmo que elas não queiram admitir isso.

IGN: Como você descreveria a dinâmica entre Clarke e Roan?

Taylor: É realmente uma coisa similar. Roan é da Nação do Gelo, que é a mais bruta dos clãs. Eles são “lute e morra pela sua nação.” Eles são criados como assassinos treinados. É uma loucura. E Roan, surpreendentemente não carrega essas convicções. Ele é uma boa pessoa. De alguma forma, ele cresceu quererendo o melhor para as pessoas sem ter que matá-las, que é exatamente a forma com que a Clarke cresceu. Ela cresceu num mundo brutal, no espaço, onde eles executavam pessoas por crimes pequenos e ela não aceitava isso; ela lutou contra isso. Estranhamente, mesmo que ela fosse uma prisioneira dele, eles se conectam e veem que são bem parecidos.

Zach McGowan as Roan and Eliza Taylor as Clarke in The 100.

IGN: O que significa para você ter um painel para a série focado nas mulheres do elenco?

Taylor: É fantástico e meio que nos fez sentir como acéfalos nesse ponto. Cada mulher desse painel interpreta personagens tão diferentes. Somos tão diversas. Eu acho que trouxemos algo completamente único para a série e não posso ter o crédito disso, porque grande parte disso é da escrita. É incrível e é algo inédito para mim!

IGN: Tem algo que você possa dizer sobre como somos deixados no final do episódio 3, com Lexa se curvando para Clarke, a reação desta e seu próximo passo?

Taylor: Oooh, eu não sei o que dizer! O que posso falar? Eu não sei… é difícil. O que posso dizer é… os fãs vão amar isso! [Risos]

 

© Tradução: Nany Vianna – Equipe The 100 Brasil – Não reproduza sem os créditos.